Relatório de atividades 2016

O Observatório de Gestão Pública de Londrina publica seu relatório de atividades realizado em 2016.

Foram analisadas 38 licitações, que somaram a quantia de R$68.619.616,48. Destas o Observatório manifestou-se em 15 casos. 

Relatório 2016:

Capa - Relatório 2016

 

O Observatório manifestou-se em 15 licitações, conforme tabela abaixo:

Manifestações

O Observatório de Gestão Pública de Londrina contribuiu para a melhoria de processos, garantindo maior publicidade ao cobrar que arquivos não fossem excluídos, originando a Orientação n°005/2016 da Controladoria-Geral do Município. Questionamos gastos para apresentação musical para a prefeitura e veículos de luxo para a UEL. Também questionamos discrepâncias de preços em um edital de compra de móveis, utensílios e eletrodomésticos, como por exemplo um paneleiro cotado a R$924,97 pela administração pública e por R$417,98 pelo Observatório. Nos reunimos com a prefeitura para discutir a compra de protetores solar que tem sido criticados pelos servidores que os utilizam; E também para discutir sobre o planejamento na compra de hortifrutigranjeiros e os problemas em relação à dificuldade de entendimento do edital. Além de muitos outros casos.

Caminhamos para um novo momento na gestão pública do município, onde estamos lutando pela melhoria no planejamento das compras públicas no município, como forma de se aumentar a eficiência e participação de empresas nas licitações de Londrina.

Participe você também e contribua para a melhoria de nossa cidade!

 

Agradecemos nossos parceiros:

Parceiros 2016

Convocação para Assembléia Geral Ordinária de Eleição

O Observatório de Gestão Pública de Londrina convoca todos seus membros para a primeira Assembleia Geral Ordinária de 2017, tendo como pauta: (1) Eleição dos Conselhos de Administração e Fiscal e (2) Aprovação das Contas dos anos 2015 e 2016.

DATAS IMPORTANTES:

Registro de chapas: Até dia 11 de março

Formação da comissão eleitoral: Até dia 12 de março

Assembleia Geral Ordinária: Dia 16 de março

 

O Edital de convocação foi publicado no jornal Folha de Londrina do dia 14 de Fevereiro, atendendo às normas do Estatuto da organização.

Segue transcrição do edital:

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Assembleia Geral Ordinária

 EDITAL DE CONVOCAÇÂO

Pelo presente edital, ficam os membros do OBSERVATÓRIO DE GESTÃO PÚBLICA DE LONDRINA convocados para a Assembleia Geral Ordinária a se realizar no dia 16/03/2017, das 14h às 20h , na sede da entidade, localizada a Rua Rua Ana Neri, 300, sala 302, Vila Fujita, Londrina-PR, a fim de proceder a Eleição dos Conselhos de Administração e Fiscal e a Aprovação das Contas dos anos 2015 e 2016.

De acordo com o Artigo 51 do Estatuto da Entidade, as chapas concorrentes deverão ser inscritas até 05 (cinco) dias antes da eleição acima enunciada.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

Edital de convocação - eleições assinado

 

Edital de Convocação: Assembléia Geral Ordinária 2017

 

 

 

 

Convocação Eleições

Prefeitura abre licitação de 1,8 milhão para coffee-break

Em plena crise e período de contenção de despesas, a Prefeitura Municipal de Londrina está prestes a licitar R$1.811.426,18 em coffee-break.

O Observatório de Gestão Pública de Londrina, em suas atividades de monitoramento das compras públicas, identificou a abertura de edital de licitação - Pregão Presencial 0241/2016: Registro de preços para eventual fornecimento de Coffee Break, Brunch e Coquetel em eventos realizados do Município de Londrina, no valor de R$1.811.426,18. Tal licitação foi elaborada na gestão no prefeito anterior, Alexandre Kireeff, mas a data de seu certame está prevista para dia 11/01 de 2017.

Tendo em vista a situação atual do município, com a falta de recursos e contingenciamento de despesas, o Observatório deliberou, na reunião desta sexta-feira dia 06/01, pela emissão de ofício notificando o atual prefeito - Marcelo Belinati, a respeito de tal compra, solicitando a suspensão de tal edital para melhor avaliação e planejamento das compras, visando dar maior eficiência aos gastos públicos. O ofício 001/2017 será enviado o mais rápido possível ao prefeito para que medidas sejam tomadas a respeito.

 

Mais informações

Licitação no site da prefeitura

Ofício 001/2017 ao Prefeito - a respeito da licitação Pregão Presencial 0241/2016 Registro de Preços para Coffee-Break

Observatório de Gestão Pública - (43) 3324-1414

 

coffee

Conselhos Municipais de Londrina são premiados por Boas Práticas

Conselhos Municipais de Londrina são premiados por Boas Práticas

 

O Conselho Municipal do Idoso foi o grande vencedor do Prêmio de Boas Práticas que encerrou a III Semana Municipal de Transparência de Londrina.
 
Todos
Da esquerda para a direita: prefeito Alexandre Kireeff, Raquel de Carvalho (sindicato dos jornalistas), Rosemary Batista (Observatório de Gestão Pública de Londrina), Representantes dos Conselho Municipais dos Direitos do Idoso, da Cultura de Paz, e dos Direitos da Criança e do Adolescente, professora Vera Suguihiro (Presidente do Conselho Municipal de Transparência e Controle Social de Londrina), Fabio Cavazotti (Presidente do Observatório de Gestão Pública de Londrina) e Roberto Martins (Presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Londrina).

O objetivo do Prêmio é identificar, valorizar e divulgar para a comunidade os bons projetos que vêm sendo desenvolvidos pelos conselhos de políticas públicas de Londrina e, desta forma, estimular a inovação e o processo de controle social da gestão pública. Puderam participar os 24 conselhos municipais de políticas públicas com atuação em Londrina – à exceção do Conselho Municipal de Transparência e Controle Social, um dos organizadores do Prêmio. Foram aceitos projetos que contemplassem atividades nas áreas de transparência e eficiência, controle social e participação da comunidade, e promoção da cidadania.

Em 1° lugar ficou o projeto "Transparência e eficiência no uso dos recursos provenientes da destinação do imposto de renda ao Fundo Municipal dos Direitos do Idoso de Londrina".  Seu principal objetivo é dar credibilidade e publicidade às ações realizadas a partir dos recursos recebidos no Fundo Municipal dos Direitos do Idoso, produto de destinação do Imposto de Renda. Com isso, o Conselho já obteve mais de R$ 3 milhões em doações de empresas privadas e pessoas físicas. Os recursos serão aplicados em projetos e/ou ações deliberadas pelo Conselho, como o Centro do Idoso que será construído na Zona Norte.

Luciana Ferreira Alvarez, Presidente do Conselho Municipal dos Direitos do Idoso explica que "o Prêmio vem para dar publicidade, fortalecer e valorizar as ações do conselhos enquanto instância de controle social, dando maior credibilidade, já que a ação dos conselhos é pouco conhecida pela sociedade. E isso faz com que as destinações sejam ampliadas no município, porque tanto a pessoa física quando a jurídica, ao perceberem o que tem sido feito e as ações que vêm sendo efetivadas, sentem segurança para fazer novas doações. Assim, essa premiação dá visibilidade, credibilidade e transparência, fortalecendo o controle social".

Em 2° lugar ficou o Conselho Municipal de Cultura de Paz de Londrina (COMPAZ), com o projeto "Campanha arma não é brinquedo". Em 3° lugar, o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), com o projeto intitulado "A atuação do CMDCA para a garantia dos direitos das crianças e dos adolescentes de Londrina".

Na ocasião, os vencedores apresentaram seus projetos à comunidade e os mais bem colocados foram premiados com troféus e certificados. O julgamento foi realizado por uma comissão formada por membros do Observatório de Gestão Pública de Londrina, do Conselho Municipal de Transparência e Controle Social de Londrina, do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Norte do Paraná e do Fórum Desenvolve Londrina.

O prefeito Alexandre Kireeff participou da solenidade de premiação e elogiou a iniciativa dos Conselhos. Na oportunidade, Kireeff também fez um balanço das ações de transparência em seu governo, dentre eles a criação do próprio Conselho de Transparência e o projeto de lista tríplice e mandato fixo para o cargo de Controlador do Município.

Kireeff v2


RECONHECIMENTO

"O prêmio de Boas Práticas é o reconhecimento do importante papel dos Conselhos na sociedade, de modo a garantir a participação da população no processo de deliberação sobre a coisa pública", explica a presidente do Conselho de Transparência, Vera Suguihiro.

O presidente do Observatório de Gestão Pública de Londrina (OGPL), Fábio Cavazotti, esclarece que o Prêmio de Boas Práticas nos Conselhos é um complemento aos Prêmios de Cidadania e de Boas Práticas na Gestão Pública, já realizados nos anos anteriores. "Daqui em diante, a cada ano faremos um destes prêmios como forma de estimular a sociedade, o governo e os conselhos a aprofundar a construção de políticas públicas que, de fato, melhorem a vida das pessoas por meio da eficiência, transparência e inovação", acrescenta.

 

Conheça mais sobre os projetos!

Projeto - Conselho Municipal dos Direitos dos Idosos - CMDI

Projeto - Conselho Municipal da Cultura de Paz - COMPAZ

Projeto - Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente - CMDCA

Projeto - Conselho Municipal de Educação - CMEL

Projeto - Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional de Londrina - COMSEA-LD

Projeto - Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial

 

 

 

 

Você está aqui: Home Imprensa NOTÍCIAS